Federação Goiana de Futebol

NOTÍCIA

Goiás x Anapolina e Vila Nova x Aparecidense as semifinais





A 1ª Fase do Goianão 2018 está concluída. A 5ª e última Rodada do 3º Turno nesta quarta-feira, dia 21 de março, sacramentou o rebaixamento do Anápolis, definiu os confrontos semifinais, Goiás x Anapolina e Vila Nova x Aparecidense e projetou o Iporá como o 3º representante goiano no Brasileiro da Série D/2019.
 
 
Pelo 9º ano consecutivo, sem nenhum jogo adiado, suspenso, interrompido ou inacabado.
 
 
O extrato final da 1ª Fase apresentou Goiás, Vila Nova, Aparecidense e Anapolina como os quatro semifinalistas e Anápolis e Rio Verde como os dois rebaixados para a Divisão de Acesso/2019.
 
 
Méritos para os quatro semifinalistas. 
 
 
O Goiás é semifinalista pelo 16º Goianão consecutivo e busca seu 2º tetra e o 28º título de campeão goiano, o time mais vezes campeão goiano, folgado.
 
 
O Vila Nova é semifinalista pelo 3º ano seguido, consolidando-se após três anos de ausência das mesmas, de 2013 a 2015, este inclusive estava na Divisão de Acesso.
 
 
A Aparecidense é semifinalista do Goianão pela 4ª vez, todas elas nos últimos seis anos. O time de Aparecida de Goiânia, pode-se repetir, mesmo ainda longe de consolidar como uma equipe que tem torcida, se estruturou de tal forma, que caminha naturalmente para se tornar a 4ª força do futebol goiano.
 
 
A Anapolina é semifinalista também pela 4ª vez, voltando às mesmas, depois de três de ausência. Aliás, é a 2ª vez que o time rubro de Anápolis ascender da Divisão de Acesso e na reestréia no Goianão, torna-se um dos quatro semifinalistas, a exemplo do ocorrido em 2013/2014 englobando esse aspecto. 
 
 
Méritos parciais para os quatro times que ficaram nas posições intermediárias, mesmo porque não foram adiante no Goianão 2018.
 
 
O Iporá, 5º colocado, é novamente a grata surpresa do Goianão em 2018. Em sua segunda participação, jamais esteve na faixa do rebaixamento, a exemplo do ano passado, conquistando vaga no Brasileiro da Série D/2019 pelo 2º ano consecutivo, desta feita sem ter sido surpresa esse feito.
 
 
O Grêmio Anápolis, 6º colocado, teve o grande mérito de atravessar toda a competição de forma bem tranquila, sem preocupação com fuga do rebaixamento, diferente do ocorrido nas suas demais participações ao longo desta década.
 
 
O Atlético, 7º colocado, pelo seu poderio e seu retrospecto bem recente em termos de Campeonato Brasileiro e de mais de 10 anos no Goianão, pode ser rotulado de grande decepção do Campeonato, sua pior colocação desde 2006. 
 
 
O Itumbiara, 8º colocado, passou um sufoco terrível para escapar do rebaixamento, ficando a lição para se tirar proveito no futuro.
 
 
Reflexão para os dois rebaixados.
 
 
O Anápolis, 9º colocado, não soube tirar proveito das vezes em que foi bafejado pela sorte nesses últimos anos, quando retornou ao Goianão em 2015 quando já não dependia mais de seus resultados e ganhando vaga no Brasileiro da Série D em 2016 quando do aumento inesperado de times na competição. Agora terá que recomeçar tudo novamente.
 
 
O Rio Verde, 10º colocado, viveu contra-sensos nesses dois anos de participação no Goianão. Ano passado, o rebaixamento parecia inevitável, porém o time se salvou. Esse ano, começou liderando nas duas primeiras rodadas e depois despencou. Acabou sendo um desagradável fiel da balança, uma vez que impediu a classificação do Iporá às semifinais com um empate, o Vila Nova de chegar à última rodada da 1ª Fase só dependendo de sí para ser o 1º colocado, com outro empate, e o Anápolis de evitar o rebaixamento com sua único vitória, tudo fora de casa. 
 
 
Pelo 3º ano consecutivo, os dois times que vieram da Divisão de Acesso, Grêmio Anápolis e Anapolina permanecem de imediato no Goianão, a exemplo de Vila Nova e Anápolis no ano retrasado e Rio Verde e Iporá no ano passado.
 
 
Agora vem as semifinais. Goiás x Anapolina e Vila Nova x Aparecidense. A exemplo do Goianão dos dois últimos anos, ninguém tem vantagem. Empate em pontos ganhos, classifica-se para a Final, o time com o melhor saldo de gols nos confrontos. Empate no saldo de gols, provoca decisão por pênaltis.
 

 


Autor: Roberto Sampaio
Fonte: Coordenadoria Técnica



Mais Noticias

PARCEIROS
Federação Goiana de Futebol
2018 Federação Goiana de Futebol - Todos os Direitos Reservados
Edifício The Prime Tamandaré Office 22º Andar
Rua 5 nº 691 - Setor Oeste - Goiânia - GO CEP: 74.115-060.
Fone/Fax:
(62) 3218-2311 / 3218-2360 / 3920-9050