Federação Goiana de Futebol

T.J.D - Tribunal de Justiça Desportiva

PAUTA DE JULGAMENTO DIA 31 DE MARÇO DE 2014- 2ª C.D.





PAUTA DE JULGAMENTO –023/14
 
                                      TODOS OS INDICIADOS DESTA PAUTA DE JULGAMENTO FORAM CITADOS ATRAVÉS DE CERTIDÃO, FAX E DO BOLETIM OFICIAL DA FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL, ÁS LUZES DOS PARAGRÁFOS ÚNICO DO ARTIGO 47, DO CBJD, PARA A SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 31 DO MÊS DE MARÇO DO CORRENTE ANO de 2014, ÁS 17:00 HORAS, NO PLENÁRIO PROFESSOR JOAQUIM DE CARVALHO FERREIRA NA SEDE DA FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL:
 
                            INDICIADOS DA 2ª COMISSÃO DISCIPLINAR
 
Processo 030/2014 – DENUNCIA PROCURADORIA  
CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL PROFISSIONAL- 1ª DIVISÃO-2014
Data:              Goiânia, 25 de MARÇO de 2014   
Procurador: Dr. WELLINGTON RODRIGUES P. POVOA LEMES
Relator:         Dr. AMADEU PEIXOTO MACHADO
Indiciados: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA ANAPOLINA, agremiação de futebol profissional, participante do campeonato goiano de futebol 1ª divisão 2014, como incursa na infração disposta no artigo 243-A do CBJD. No dia 16/03/14, no estádio Jonas Duarte, jogaram pela 4ª Rodada do 3º Turno do Campeonato Goiano de Futebol as agremiações A. A. Anapolina e Grêmio e Anápolis, em ocasião a Anapolina já estava classificada para a semi-final do campeonato, já o Grêmio e Anápolis disputava com outras equipes, incluindo o Vila Nova F. C., a permanência na elite do futebol goiano e para o Vila Nova F. C., caso a Anapolina vencesse favoreceria sua permanência na 1ª divisão do goiano.  Neste mesmo dia, antes do início da partida, o presidente da A. A. Anapolina Sr. Leandro Ribeiro, em uma entrevista concedida a um repórter da rádio 730 AM (áudio anexo aos autos) pronunciou-se da seguinte forma: ((http://portal730.com.br/campeonato-goiano/presidente-e-atacante-confirmam-vila-ofereceu-a-mala-branca-a-anapolina)
 
 
LEANDRO RIBEIRO, presidente da equipe da A. A. Anapolina, como incurso na infração disposta no artigo 243-A do CBJD. No dia 16/03/14, no estádio Jonas Duarte, jogaram pela 4ª Rodada do 3º Turno do Campeonato Goiano de Futebol as agremiações A. A. Anapolina e Grêmio e Anápolis, em ocasião a Anapolina já estava classificada para a semi-final do campeonato, já o Grêmio e Anápolis disputava com outras equipes, incluindo o Vila Nova F. C., a permanência na elite do futebol goiano e para o Vila Nova F. C., caso a Anapolina vencesse favoreceria sua permanência na 1ª divisão do goiano.  Neste mesmo dia, antes do início da partida, o presidente da A. A. Anapolina Sr. Leandro Ribeiro, em uma entrevista concedida a um repórter da rádio 730 AM (áudio anexo aos autos) pronunciou-se da seguinte forma: ((http://portal730.com.br/campeonato-goiano/presidente-e-atacante-confirmam-vila-ofereceu-a-mala-branca-a-anapolina). Neste mesmo dia, antes do início da partida, o presidente da A. A. Anapolina Sr. Leandro Ribeiro, em uma entrevista concedida a um repórter da rádio 730 AM (áudio anexo aos autos) pronunciou-se da seguinte forma: Repórter – Leandrinho mas assim, é fato? Presidente – Hã!? Repórter – O Newtinho tratou com o jogador? Presidente – Tratou direto com o capitão do time. Repórter – Quem que é o capitão do time hoje? Presidente – Viola! Repórter – Viola!? Presidente – é! Repórter – E deixa eu te falar uma coisa, posso confirmar o valor Trinta Mil !? Presidente – Pode, pode falar  Repórter – Certeza? Presidente – Certeza. Repórter – Que eu falei esse negócio enquanto a bola não rola. Presidente – Não, pode falar. Repórter – Trinta Mil? Presidente – Trinta Mil, Vila que mandou! Repórter – Eu falei no ar ainda que o Vila é incaível, isso é Mala Branca ou Mala Preta? Presidente – Isso é Branca, acho que é Vermelha né!? Que o Vila é uma rubra vermelha. Repórter – Obrigado Leandrinho.  Presidente – Falou Garoto.
 
LUIS GUSTAVO SILVA, conhecido como Viola, atleta da equipe da Associação Atlética Anapolina, inscrição CBF nº. 144392, como incurso na infração disposta no artigo 243-A, do CBJD. No dia 16/03/14, no estádio Jonas Duarte, jogaram pela 4ª Rodada do 3º Turno do Campeonato Goiano de Futebol as agremiações A. A. Anapolina e Grêmio e Anápolis, em ocasião a Anapolina já estava classificada para a semi-final do campeonato, já o Grêmio e Anápolis disputava com outras equipes, incluindo o Vila Nova F. C., a permanência na elite do futebol goiano e para o Vila Nova F. C., caso a Anapolina vencesse favoreceria sua permanência na 1ª divisão do goiano.  Neste mesmo dia, antes do início da partida, o presidente da A. A. Anapolina Sr. Leandro Ribeiro, em uma entrevista concedida a um repórter da rádio 730 AM (áudio anexo aos autos) pronunciou-se da seguinte forma: ((http://portal730.com.br/campeonato-goiano/presidente-e-atacante-confirmam-vila-ofereceu-a-mala-branca-a-anapolina). Ainda logo após a partida, o capitão da equipe da Anapolina, Sr. Luis Gustavo Silva, apelidado de Viola, também concedeu entrevista a rádio 730 AM, na qual se pronunciou sobre o caso da seguinte forma: Repórter – Realmente o Vila Nova ofereceu premiação pra vocês hoje Viola? Viola – Ofereceu. É como me disseram no vestiário, vocês deixaram escapar Trinta Mil! (...) Repórter – O Presidente da Anapolina ele chegou a falar ao repórter Juliano Moreira da rádio 730 que, a negociação aconteceu entre Newton Ferreira e você é verdade? Viola – É ele me ligou na sexta-feira comentando sobre o dinheiro, eu falei pra ele que a gente ia fazer de tudo pra ganhar... (...) Repórter – O time receber dinheiro pra perder a gente sabe que é falta de caráter, desonestidade, mas pra ganhar é comum, acontece muito no Futebol essas Malas Brancas? Viola – Isso é o que mais tem no Futebol, eu to no Futebol há muito tempo já e já recebi dinheiro de vários outros times, isso é uma coisa normal no Futebol. Coisa atípica é um time oferecer dinheiro pra você perder...”      
 
VILA NOVA FUTEBOL CLUBE, agremiação de futebol profissional, participante do campeonato goiano de futebol 1ª divisão 2014, como incursa na infração disposta no artigo 242, do CBJD. No dia 16/03/14, no estádio Jonas Duarte, jogaram pela 4ª Rodada do 3º Turno do Campeonato Goiano de Futebol as agremiações A. A. Anapolina e Grêmio e Anápolis, em ocasião a Anapolina já estava classificada para a semi-final do campeonato, já o Grêmio e Anápolis disputava com outras equipes, incluindo o Vila Nova F. C., a permanência na elite do futebol goiano e para o Vila Nova F. C., caso a Anapolina vencesse favoreceria sua permanência na 1ª divisão do goiano.  Neste mesmo dia, antes do início da partida, o presidente da A. A. Anapolina Sr. Leandro Ribeiro, em uma entrevista concedida a um repórter da rádio 730 AM (áudio anexo aos autos) pronunciou-se da seguinte forma: ((http://portal730.com.br/campeonato-goiano/presidente-e-atacante-confirmam-vila-ofereceu-a-mala-branca-a-anapolina)
 
NEWTON FERREIRA, diretor de futebol da equipe do Vila Nova F. C., como incurso na infração disposta no artigo 242, do CBJD. No dia 16/03/14, no estádio Jonas Duarte, jogaram pela 4ª Rodada do 3º Turno do Campeonato Goiano de Futebol as agremiações A. A. Anapolina e Grêmio e Anápolis, em ocasião a Anapolina já estava classificada para a semi-final do campeonato, já o Grêmio e Anápolis disputava com outras equipes, incluindo o Vila Nova F. C., a permanência na elite do futebol goiano e para o Vila Nova F. C., caso a Anapolina vencesse favoreceria sua permanência na 1ª divisão do goiano.  Neste mesmo dia, antes do início da partida, o presidente da A. A. Anapolina Sr. Leandro Ribeiro, em uma entrevista concedida a um repórter da rádio 730 AM (áudio anexo aos autos) pronunciou-se da seguinte forma: ((http://portal730.com.br/campeonato-goiano/presidente-e-atacante-confirmam-vila-ofereceu-a-mala-branca-a-anapolina)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Processo 031/2014          
CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL PROFISSIONAL- 1ª DIVISÃO-2014
Jogo:              GOIANÉSIA ESP. CLUBE   X  GOIÁS ESPORTE CLUBE
Data:              Goiânia, 23 de MARÇO de 2014   
Procurador: Dr. WEMERSON ARGENTA SANTHOMÉ
Relator:         Dr. GREY BELLYS DIAS LIRA
Indiciados: TIAGO REAL DO PRADO, ora primeiro denunciado, nascido aos 26.01.1989, camisa nº 05, inscrição na CBF nº176.512, atleta profissional da equipe do Goiás Esporte Clube, como incurso na disposição infracional do artigo 254, § 1º, inciso I, do CBJD; No jogo realizado no último dia 23.03.2014, com início às 16:00 horas, entre as agremiações, Goianésia Esporte Clube e Goiás Esporte Clube, no Estádio Valdeir José de Oliveira, Município de Goianésia, durante a realização do Campeonato Goiano de Profissional da 1ª Divisão 2014, pelas semifinais, o primeiro denunciado foi expulso diretamente do campo de jogo, aos 02 (dois) minutos do segundo tempo por ter, na disputa de bola, praticado jogada violenta, agredindo com uma cotovelada, empregando força incompatível com o padrão razoavelmente esperado, acertando o rosto do atleta oponente nº05, Paulo Vitor Catreus de Freitas, que caiu ao solo, levanto após o atendimento médico.
 
GOIANÉSIA ESPORTE CLUBE, ora segundo denunciado, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 02.685.071/0001-09, com sede situada na Avenida Goiás, nº230, Município de Goianésia – GO., CEP: 76.380-000, como incurso na disposição infracional do artigo 213, inciso III, do CBJD; Já o segundo, não foi capaz, durante a partida, de tomar as providências necessárias para prevenir e reprimir o lançamento de objetos no campo, violando as regras do Código Brasileiro da Justiça Desportiva prevista no art. 213, inciso III, do CBJD.           No vídeo  apresentado, percebe-se claramente o arremesso de uma garrafa peti, por torcedor do terceiro denunciado, que atingiu a altura do pescoço do 4º árbitro assistente, Osimar Moreira, que em decorrência da agressão sofrida ficou atordoado, caindo imediatamente ao solo.      Acrescenta-se, ainda, que por conta deste episódio o jogo ficou interrompido por três minutos para atendimento médico, conforme faz prova súmula da partida anexa.
 
GOIÁS ESPORTE CLUBE, ora terceiro denunciado, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 01.665.256/0001-80, com sede situada na Avenida Edmundo Pinheiro de Abreu, nº721, Setor Bela Vista, Município de Goiânia – GO., CEP: 74.823-030, como incurso na disposição infracional do artigo 213, inciso III, do CBJD; Já o terceiro denunciados, não foi capaz, durante a partida, de tomar as providências necessárias para prevenir e reprimir o lançamento de objetos no campo, violando as regras do Código Brasileiro da Justiça Desportiva prevista no art. 213, inciso III, do CBJD.      No vídeo apresentado, percebe-se claramente o arremesso de uma garrafa peti, por torcedor do terceiro denunciado, que atingiu a altura do pescoço do 4º árbitro assistente, Osimar Moreira, que em decorrência da agressão sofrida ficou atordoado, caindo imediatamente ao solo.Acrescenta-se, ainda, que por conta deste episódio o jogo ficou interrompido por três minutos para atendimento médico, conforme faz prova súmula da partida anexa.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Processo 032/2014          
CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL- SUB-20-2014
Jogo:              ESPORTE CLUBE QUIRINÓPOLIS  X  ESPORTE CLUBE RIO VERDE
Data:              Goiânia, 22 de MARÇO de 2014                                                               
Procurador: Dr. GUILHERME BENTZEN
Relator:         Dr. HENRIQUE RESENDE NOGUEIRA
Indiciados: LUCAS MARINHO PEREIRA DE SOUZA, atleta não profissional de nº 05 da equipe ESPORTE CLUBE QUIRINÓPOLIS, devidamente inscrito na CBF sob o nº 462074 e no Boletim de Atletas sob o nº 108737, como incurso na disposição infracional do artigo 254, §1º, inciso II, do CBJD, Em jogo realizado pelo Campeonato Goiano de Futebol Sub-20 2014 – não profissional, entre as equipes ESPORTE CLUBE QUIRINÓPOLIS e ESPORTE CLUBE RIO VERDE, no dia 22.03.2014 às 15:30, no estádio Bichinho Vieira, na cidade de Quirinópolis/GO, o árbitro Sr. Márcio Antônio Barbosa relatou na súmula, em síntese, o seguinte: “Aos 40 minutos do Segundo tempo, expulsei do campo de jogo, o atleta Nº 05 Sr. Lucas Marinho F. de Souza da EQ: Esporte Clube Quirinópolis, quando na disputa da bola o mesmo atinge seu adversário no tornozelo direito, sendo advertido com segundo amarelo é em seguida o vermelho. O adversário atingido recebeu atendimento e em seguida retornou para a partida.
 
 
Processo 033/2014          
CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL- SUB-20-2014
Jogo:              ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA EVANGELICA    X   FIRMINÓPOLIS ESP CLUBE
Data:              Goiânia, 22 de MARÇO de 2014                                                               
Procurador: Dr. GUILHERME BENTZEN
Relator:         Dr. MILTON DE SOUZA BASTOS JUNIOR
Indiciados: VICTOR GABRIEL BARBOSA MENDES, atleta profissional de nº 18 da equipe ASSEV – Associação Esportiva Evangélica/GO, devidamente inscrito na CBF sob o nº 399224, como incurso na disposição infracional do artigo 254, §1º, inciso II, do CBJD, “Em jogo realizado pelo Campeonato Goiano de Futebol Sub-20 2014 – não profissional, entre as equipes ASSEV e FIRMINÓPOLIS E.C., no dia 22.03.2014 às 16:00, no estádio José Pereira Souza, na cidade de Paraúna/GO, o árbitro Sr. Everton Gomes relatou na súmula, em síntese, o seguinte: “Aos 37 minutos de jogo do 2º tempo, expulsei diretamente o jogador de nº 18, Victor Gabriel Barbosa Mendes, da equipe ASSEV, por jogo brusco grave, pois durante disputa de bola, elevar a sola de pé acima da bola e atingir com um “pisão” a canela de seu adversário nº 15, Maikon B. Barros, que após atendimento retornou à partida. O atleta expulso saiu normalmente do campo de jogo.
 
Após ter obedecido as Normas do artigo 47, e seu parágrafo único, do CBJD, AFIXE-SE cópia deste boletim oficial no lugar de costume e a publicação do mesmo no Boletim Oficial da Federação Goiana de Futebol, a fim de que os indiciados não aleguem ignorância. 
Secretaria do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Goiás, em Goiânia, aos vinte e seis dias do mês de março de dois mil e quatorze (26.03.2014).
 
Confere:      Dr. Adalberto Grecco      De  Acordo:  Dr. MILTON DE SOUZA BASTOS JUNIOR

                                  Secretário                                 Presidente da 2ª Comissão Disciplinar 




PARCEIROS
Federação Goiana de Futebol
2020 Federação Goiana de Futebol - Todos os Direitos Reservados
Edifício The Prime Tamandaré Office 22º Andar
Rua 5 nº 691 - Setor Oeste - Goiânia - GO CEP: 74.115-060.
Fone/Fax:
(62) 3218-2311 / 3218-2360 / 3920-9050